Consultório na Alemanha

02/05/2016 06:12

Consultório na Alemanha - posso abir o meu?  


Para os amigos de especialidades principalmente ambulatoriais, que "dependem" de consultório, eis alguns esclarecimentos sobre como abrir um consultório na Alemanha.


A fim de entender a razão de certas regras, precisamos voltar ao básico da história: como funciona o sistema de saúde alemão em nível ambulatorial.



Sistema de saúde na Alemanha 


Todos os habitantes (inclusive os refugiados, mendigos e etc.) têm um seguro ou plano de saúde básico - quer ele seja em parte (ou totalmente, no caso dos refugiados) subsidiado pelo Governo (gesetzliche Krankenversicherung - seguro de saúde por lei), quer ele seja dito "particular" (private Krankenversicherung - seguro de saúde particular). 


A principal diferença entre eles, é que o plano subsidiado é proporcional aos ganhos mensais, ou seja, há pessoas que pagam 5 e outras que pagam o teto máximo de 390 Euros por mês. O particular é uma taxa fixa mensal, em média, 400 Euros. E eles não oferecem a mesma coisa... tipo, obviamente que aplicação de ácido hialurônico e de toxina botulinica nas ruguinhas de expressão são pagos extra, mas muitos dos seguros particulares cobrem tratamento de Laser, de Peelings químicos, entre outros. E, se vc não usar o seguro além do básico (prevenção, exames de rotina), vc recebe uma bolada ao final de ano correspondente a 3 ou 5 parcelas do seguro.


Desvantagem do seguro particular é que a sua taxa mensal não baixa: se vc reduzir horas de trabalho e, obviamente, seu salário, vai continuar pagando os tais 400 Euros. E pronto.



Para os Médicos 


Se quiserem atender pacientes de planos subsidiados, precisa de um alvará dado pela secretaria de saúde regional (cálculo de especialistas/ população a cada 5 -10 anos para manter uma boa oferta e também reserva de mercado).


 Vou dar um exemplo, se em Fortaleza só precisam de 40 neurocirurgiões, e você quer ser o 41º, existem as seguintes alternativas:


1. escolha outra cidade; 


2. divida um alvará com um colega (cada um precisa provar trabalhar 20 horas semanais com pacientes não particulares); 


3. seja "empregado" de alguém, de forma que você não precise de alvará próprio; 


4. herde de um dos seus pais ou parentes próximos (prioridade de obtenção do alvará); 


5. abra um consultório 100% particular com risco financeiro, o que significa que só poderia, atender particular ou pacientes subsidiados que paguem pela consulta particular; mas a concorrência é grande e você tem que "lutar" por cada paciente. Cidades como Munique, Hamburgo, têm grande quantidade de consultórios particulares. Mas cidades menores, não. Dessa forma, o paciente que, teoricamente, poderia se consultar "de graça" por que pagaria 50 euros por uma consulta, além dos custos posteriores de tratamento? Esse seria o risco "financeiro".  


6. compre de alguém que se aposentou ou veio a falecer.


No nosso caso, compramos dois alvarás de um casal de dermatologistas que estavam a 3 anos da aposentadoria. Então podemos atender tantos subsidiados como os particulares.


"A conta" é mandada diretamente à secretaria regional de saúde, que nos paga a cada 3 meses. E a taxa "por paciente" dos subsidiados é de ca. 25 Euros por 3 meses, independente de quantas vezes você o consultou. O particular paga por vez, ou seja, cada consulta tem seu honorário.


Por isso, muitas pessoas argumentam que é injusto com os médicos. Por exemplo, se você vai ao cabeleireiro duas vezes ao mês, você paga as duas vezes, não é? Aqui o médico não recebe mais nada (nada!) se necessário for rever o paciente antes dos 3 meses de carência. Mas, enfim. Tudo com vantagens e desvantagens.


O consultório anda bem, graças a Deus, e não temos do que reclamar.


Quando digo "compramos" o consultório significa que os pacientes, as enfermeiras, o local, os aparelhos, tudo está incluído no pacote. Isso encarece... mas o financiamento para pagar tem juros bem abaixo do mercado.


Pronto, é isso, agora é com você.


Lídia Poppe 

Contato

Médica brasileira na Alemanha

Blog

Custo de vida básico na Alemanha

02/04/2018 17:05
Sobre os custos básicos de vida na Alemanha   Oi, gente querida! Espero...

Gratidão

01/08/2017 17:31
É sempre gratificante receber o retorno de pessoas que acompanham o Blog....

Ensinar é sempre um prazer

26/07/2017 12:31
    Aqui na Alemanha também podemos, como no Brasil, oferecer cursos...

SOBRE DINHEIRO...

17/01/2017 11:42
Let's talk about money:  Muitos me perguntam "quanto ganha um...

INFORMAÇÃO IMPORTANTE

17/01/2017 11:40
  Estou compartilhando essas novas e importantes informações que recebi...
Itens: 1 - 5 de 19
1 | 2 | 3 | 4 >>