Approbation e prova oral?

 

Ola, Lidia!

Sou médica formada e residência em Medicina de Familia. Meu marido recebeu proposta da empresa para mudar-se para  Alemanha (Berlim) e estamos pensando em nos mudar. Gostaria de informação sobre como  revalidar meu diploma para futuramente poder clinicar.

 

Olá,

estou morando em Mainz há 4 meses e estudo no Goethe - Institut (atualmente estou no nível B2) . Estou me preparando para  C1-Prüfung.

Porém me deparo com alguns problemas agora. Achei o seu site quando fui ler sobre a "Approbation". Afinal,  meu diploma de médico no Brasil não é equivalente na Alemanha ? Preciso fazer depois de 2 anos uma prova pra comprovar meus conhecimentos médicos ? Eu li que você não precisou fazê-la e que deu entrada após os 4 anos na Aprobation , mas pode ser assim sempre?

 

Sobre a revalidação de diploma:

* critério básico é nível de alemão B2, mas estão alterando a lei para aumentar o nível para C1 (a maioria dos hospitais já colocam C1 como pré-requisito);

* precisa de tradução juramentada do seu diploma de médica, do histórico escolar da faculdade e da descrição do programa de disciplinas (geralmente consegue esses dois últimos documentos na coordenação da faculdade);

* é necessário ter uma proposta de trabalho concreta: ou uma carta de aceitação para doutorado, ou carta do chefe do departamento, em que uma vaga num programa de residência é descrita, ou algo semelhante;

Esses são os documentos básicos. Em cada departamento eles te dão uma lista com outros documentos que são pedidos, como seguro saúde, alguns diploma de conclusão de segundo grau, entre outros.

* Na maioria dos Estados alemães, precisa fazer uma prova oral depois de 18-24 meses de trabalho com clínica, cirurgia, e outras duas matérias (medicina social, radioterapia, ou outras). A prova é simples, não tem nota: é só "aprovado" ou "reprovado". Na Bavaria geralmente não pedem essa prova (ainda). Em Berlim, sim.

* E quando você se cadastra pra fazer a Gleichwertigkeitsprüfung eles te dão uma lista dos livros pra estudar.

 

 

Sobre residência médica:

* a especialidade terminada no Brasil não é reconhecida aqui.

* Para Medicina da Família dura 4-5 anos, e tem excelentes subsídios do Governo.

 

* não há prova de residência, antes, análise de currículo e entrevista. Por isso já ajuda bastante se tiver feito estágio no departamento desejado e já conhecer alguém de dentro.